terça-feira, 29 de junho de 2010

Autocomplacência - calar a tagarelice interior e mandar embora quem não acrescenta em nada!

É difícil ser uma pessoa melhor, mais criativa e inspirada se não temos quem nos apóie ou que pelo menos alimente nossas idéias e nos faça seguir em frente. E quando não temos nada disso, ficamos remoendo , achando que não somos capazes de nada! Mas eu acredito sinceramente que essa falta de autocomplacência se dá por razões externas, é quase impossível você ser totalmente otimista por conta própria.

Infelizmente ainda precisamos pelo menos de um dedinho de otimismo de pessoas que nos cercam. Muitas vezes essas pessoas podem acabar com um estímulo que você teve, por exemplo, para a criação de uma coreografia, uma receita ou até mesmo para um novo empreendimento. Com isso vamos alimentando a autocrítica, e com ela a criatividade vai se extinguindo e acabamos virando uns babacas que ridicularizam pensamentos positivos.



Estou numa fase em que QUERO ACREDITAR que tudo pode dar certo nessa vida, e para isso precisamos de empenho e paixão, por isso é mais fácil nos dedicar ao que amamos. Quando sentimos aquele frio na barriga, quando nos emocionamos e nos inspiramos com aquilo que estamos fazendo, é porque tudo está no seu devido lugar! Pessoas que não me acrescentam em nada, eu me torno imparcial, faço cara de proteção de tela, porque esse tipo de pessoa faz com que a nossas cabeças nos contem um monte de lorotas negativas, e muitas vezes mudamos o nosso modo de vida por conta dessas tagarelices.

O segredo é gastar energia e tempo com pessoas que estejam à altura de reconhecer o seu brilho e aplaudi-lo. E o principal, começarmos a nos tratar com mais respeito, doçura, boa vontade e paciência.



Se formos bons com nós mesmos, nos tornamos melhores com os outros. E o melhor, quando você reconhecer uma pessoa que possa ser estimulante, faça de tudo para atraí-la e fazer com que ela seja parte do seu círculo.



Chega desse lance de rasgação de seda com pessoas que não nos acrescentam em nada, creio que ninguém goste de ficar perto de pessoas que não tenha nenhuma afinidade.

“Uma idéia nova é uma coisa delicada que pode ser morta por um risinho de escárnio ou um bocejo. Pode ser consumida por uma piada ou um franzir de sobrancelhas”.


Referência: As nove musas dos tempos modernos (e seu guardião).

7 comentários:

A.Elena disse...

Incrível!!!!

É o que eu digo.
Suas palavras dispostas em linhas com uma profusão de realidade e moralidade.

Parabéns lindo texto.

Beijos

Sancta disse...

Tô na mesma fase, me livrando de falsas amizades e passando longe de quem não me acrescenta nada... o tempo é tão curto, e tem tanta gente cheia de luz disposta a trabalhar pelo bem e a arte! Pra que perder tempo com outro tipo de gente, tão "pequena"?
Gostei daqui, te seguindo! Bjok ^^

Celia Cris Silva disse...

São as famosas leis de atração, repulsão e conservação... A gente atrai aquilo que está em sintonia com nossos pensamentos, rejeita aquilo que não é bom e conserva aquilo que nos mantem de pé... Mesmo assim, a natureza se encarrega de nos sacudir de vez em quando e nos faz agir, pensar e viver por ciclos.
Também acredito que sonhos se realizam, Mariah. Posso até dizer que sou uma prova viva disso. "Believe in your dreams and never give up!!!"
Você tem força e energia para ser o que quiser e conquistar o seu lugar no mundo.
E pra finalizar, deixo um poemeto do Mario Quintana pra despejar em cima de quem atrapalha a vida dos outros:

"Poeminho do contra"
Todos esses que aí estão
Atravancando o meu caminho
Eles passarão
Eu passarinho.

Super beijo.

Mariáh Voltaire disse...

Para todas aqui nesse momento:
Que bom que vcs se sentem confortáveis aqui, de certa maneira tbm é a minha zona de conforto virtual, ainda bem que estou conseguindo compartilhar tudo isso...

Célia, realmente, pensando nas poucas coisas que vc já me contou, com certeza os sonhos podem se realizar, vc é prova viva disso!
E sobre o poema do Mario Quintana, eu não tinha entendido o significada quando criança, e hoje eu entendi! Muito obrigada meninas...

Rebeca Piñeiro disse...

Querida, parabéns pelo blog, está muito lindo e esse post deveria ser espalhado pelo mundo a fora. Muito inteligente, sensível e deveria ser a verdade para todos os seres humanos.
Para mim tudo que foi escrito se resume nesse parágrafo que diz: "O segredo é gastar energia e tempo com pessoas que estejam à altura de reconhecer o seu brilho e aplaudi-lo. E o principal, começarmos a nos tratar com mais respeito, doçura, boa vontade e paciência."
Tá aí o segredo de tudo! :)
Beijão pra vc Mariáh!

Mariáh Voltaire disse...

Eu quando li essa frase até me senti meio culpada por não ter enxergado isso antes!

"O segredo é gastar energia e tempo com pessoas que estejam à altura de reconhecer o seu brilho e aplaudi-lo. E o principal, começarmos a nos tratar com mais respeito, doçura, boa vontade e paciência."

Rebeca, valeu pela visita!

Lígia disse...

"Porque um dia é preciso parar de sonhar, tirar os planos da gaveta e, de algum modo, começar." Amyr Klink

Creio que o "parar de sonhar" que ele disse não é o literal, mas aquele que nos impulsiona, nos "inspira" a realmente fazer o que nos fará levantar no entusiasmo de manhã e ainda que fazendo a mesma coisa todos os dias, representarão todos os dias algo diferente, que nos levará cada vez mais próximo ao que desejamos...
E é isso que não pode mais ficar no sonho, o utópico, e nós como figurantes. Temos que pular para o meio do palco e nos colocarmos como protagonistas, sem perder a humildade, a doçura, a leveza de realmente SER ser humano...

Obrigada por não deixar eu me perder por aí, vagabonds!

Trilha Sonora para este post "Angústia- Secos e Molhados"